quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Dubai, Emirados Árabes

A primeira coisa que senti em Dubai foi o calor de 40ºC. E depois...bom depois não consegui sentir mais nada! :)
 
Temperaturas a parte, Dubai é muito mais interessante do que eu pensava e a cidade dos superlativos realmente me surpreendeu.
 



Nossa viagem pra Dubai foi parte da nossa incrível lua de mel que teve como destino final Maldivas. Na volta Maldivas-Zurique, fizemos este stop em Dubai.

O voo das Maldivas até Dubai levou pouco mais de 4h e foi uma forma excelente de "quebrar" a viagem.

A melhor época para visitar Dubai é de Outubro a Abril, quando a temperatura varia entre 20ºC e 30ºC.  Nós fomos no começo de Outubro e ficamos 5 dias, sendo que em um deles rolou um bate e volta até Abu Dhabi (leia aqui sobre esta "aventura"). 



Crédito: Emirates

Preparativos / Visto
Cidadãos dos países listados abaixo podem solicitar um visto no momento da chegada no aeroporto de Dubai. Se não me engano, não precisam pagar nada.

Nós brasileiros devemos solicitar um visto com antecedência.

Crédito: Emirates

Como nosso voo era da Emirates, o procedimento foi bem fácil e completamente online através do próprio site da companhia aérea.
 
O visto é necessário também para pessoas que fazem apenas conexão em Dubai e não pretendem sair do aeroporto.
 
Veja aqui os diferentes tipos de visto e como solicitá-los, caso seu voo não seja da Emirates.

Aeroporto
Como tudo em Dubai tem proporções enormes, o aeroporto internacional (DXB) também é gigantesco. Possui três terminais e é o maior hub do Oriente Médio. Claro que o duty free também é grande, mas sinceramente não achei os preços mais baratos que na Europa. 
Crédito: Emirates
 
Para ir do aeroporto até o centro, existem basicamente duas opções: táxi e metrô (acesso nos terminais 1 e 3).
Crédito: Emirates
Nós gostamos muito de um site chamado BlackLane e quase sempre usamos em nossas viagens. O preço é calculado com antecedência de acordo com a distância e geralmente mais barato que táxi. O bom é que você já sabe o valor no momento da reserva e não tem surpresas depois - muito bom principalmente naquelas cidades onde os taxistas têm fama de enganar o pobre turista!  É possível escolher diferentes categorias de veículos, dependendo de quantos passageiros, quantas malas e do porte do carro.

Hotel
Ficamos no  fantástico Le Meridien Mina Seyahi Beach Resort, um complexo 5 estrelas de frente pro mar. Leia todos os detalhes da nossa estadia aqui.
 Crédito: Site Le Meridien
 
Compras
Muitos dizem que Dubai é o paraíso das compras, mas tenha em mente que isso está mais associado a variedade e diversidade de produtos do que ao preço.

Alguns dos shoppings que visitamos foram:
Souk al Bahar: perfeito pra dar uma volta rápida antes de jantar em um dos restaurantes que ficam no mesmo complexo do Dubai Mall, mas servem bebidas alcoólicas. Tem estilo árabe e lojas típicas. 
Crédito: Souk al Bahar

Dubai Mall: simplesmente o maior shopping do mundo! Localização privilegiada aos pés do Burj Khalifa e conta com um aquário enorme e uma pista de patinação no gelo dentre as opções de entretenimento, bem como uma cascata interna e muitas lojas. No geral tem um estilo mais Ocidental de shopping, mas com algumas áreas diferentes, como no caso do Gold Souk, que tem decoração adequada ao tema e diversas lojas de ouro e diamante. Também possui restaurantes com vista para o show das fontes, mas não servem bebidas alcoólicas.
Crédito: Blog Travel with Smile

Mall of the Emirates: Bem legal também, com sua área nobre inspirada na Galleria Vittorio Emanuele de Milão, exibe as maiores grifes do mundo da moda em alto estilo.

Outros centros comerciais que não fomos Marina Mall e Gold Souk (mercado do ouro).

Passeios

Souk Madinat: O passeio que mais gostei em Dubai! É um centro comercial, mas o lugar é tão charmoso que vale a pena visitar nem que seja apenas pra conhecer, pra almoçar ou jantar. Tem vista para o hotel mais badalado da cidade, o Burj al-Arab.  Os mais românticos, podem até fazer um passeio de barco no canal (artificial, como tudo por ali).
Crédito: Jumeirah Hotel

Burj Khalifa: desde Janeiro de 2010 é o edifício mais alto do mundo com 160 andares e 828 metros de altura, ou seja, quase o dobro do famoso Empire State Building em NY. Turistas podem subir até o deck de observação no 124º andar, com entrada pelo Dubai Mall. O ideal é comprar tickets online com antecedência, possibilitando desconto e reserva de horário. A vista é fantástica! Confira cenas do filme Mission Impossible - Ghost Protocol (2011)
Crédito: Site Dubai Mall

Dubai Fountain: em frente ao Dubai Mall foi construído um lago artificial de 270m onde acontece (surpresa) o maior show de águas dançantes do mundo! É realmente lindo. O show começa a cada 30min das 18h às 22h (dias de semana) e até as 23h nos finais de semana. Para assistir, basta ficar de pé ao redor do lago no meio da multidão ou reservar um restaurante nas redondezas. 
 Crédito: Site Dubai Mall

Burj al-Arab: o único hotel 7 estrelas do mundo, segundo eles mesmos. Turistas podem curtir um afternoon tea ou um jantar elegante, mediante reserva antecipada. 
Crédito: Burj al-Arab

Ski Dubai: esquiar no deserto? Em Dubai, é possível. Criaram um resort de tamanho equivalente a 3 campos de futebol, completamente coberto, com temperatura controlada e com neve de verdade. Fica anexo ao Mall of the Emirates.
 
Como moramos na Suíça, achamos melhor pular esta visita por motivos óbvios...
Crédito: SkiDubai

Você ainda pode fazer "sandboarding" ou um rally no deserto - muitos hotéis oferecem pacotes turísticos e basta reservar direto com o concierge.

Outros passeios interessantes, que não fizemos por falta de tempo, coragem ou interesse:

Dolphin Bay Dubai - fica no complexo do hotel Atlantis, que conta também com o Aquaventure Waterpark e com o "The Lost Chambers Aquarium".
Gravity Zone
Ifly Dubai
Kidzania Dubai
Wild Wadi Water Park

E para ter um panorama das Palm Islands, clique aqui.
Crédito: Blog Travel with Smile

Restaurantes

Bice Mare:  Este restaurante de especialidade italiana está entre os melhores de Dubai. Além da comida sensacional, ele oferece uma vista panorâmica mais do que privilegiada para o famoso show das águas dançantes no Souk al Bahar. Fomos na nossa primeira noite em Dubai e como era nossa lua de mel, nos presentearam com uma sobremesa surpresa! Adoramos...
 
El Sur: Restaurante espanhol dentro do complexo do nosso hotel. Comida muito boa.
 Crédito: Site El Sur
Outros restaurantes italianos que não fomos, mas que estão muito bem cotados são: Armani/Ristorante e Massimo's Italian Restaurant.

Mulheres
As turistas do sexo feminino devem respeitar a cultura local no que está relacionado a vestimenta, o que nem sempre é fácil durante o verão. Não é necessário usar burca ou abaya, mas basicamente deve evitar decotes e roupas justas, cobrir os ombros e usar saias abaixo do joelho. E tenha sempre um lenço ou pashmina na bolsa para cobrir os cabelos caso visite alguma mesquita.
Crédito: ExpatWoman

Como Dubai é muito internacional, vimos algumas turistas usando regatinhas, shorts bem curtos e vestidinhos praianos. Mas eu acho que não custa respeitar a tradição local. Procure levar vestidos longos e roupas mais soltinhas e você poderá curtir a viagem sem problemas.

Leia mais informações a respeito do dress code, neste site.

Comportamento
Casais devem evitar andar de mãos dadas e não se beijar em público. Demonstrações de afeto são considerados como ofensa aos locais.

Bebidas alcoólicas e drogas são proibidas e sujeitas a penas severas. Apenas bares, hotéis e restaurantes estão autorizados a vender bebidas mas turistas devem evitar andar pelas ruas carregando álcool ou muito menos bêbado. Beber e dirigir então, jamais.

Crédito: Emirates

No geral, a cidade é bem segura para turistas. Basta respeitar a religião muçulmana e tomar as precauções de sempre com seus pertences/bolsa/carteira.