sexta-feira, 21 de agosto de 2015

O melhor de Barcelona e um roteiro de 3 dias

Também conhecida como a capital do modernismo, esta agitada e multi cultural cidade espanhola tem muito a oferecer em termos de cultura, praias, museus, badalação, arquitetura e história. Não é a toa que é uma das capitais europeias mais procuradas por turistas do mundo todo. Mas será que é possível curtir um pouco de tudo isso em apenas 3 dias? 








Eu digo que sim. Barcelona foi o lugar que me recebeu quando decidi realizar meu sonho de morar fora do Brasil e por todas as experiências de vida e crescimento pessoal que lá vivi, sempre será um lugar especial pra mim. Talvez por ter tanto a ser falado, nunca soube por onde começar a escrever. Mas hoje resolvi tentar.
Parc de la Ciutadella - Crédito: Love in trends 

Situada no nordeste da costa mediterrânea espanhola, Barcelona é capital do estado da Catalunha e ali fala-se oficialmente catalão e espanhol. Já ouvi dizer que ter um idioma próprio cria a identidade de um povo, mas isso nunca esteve tão claro para mim como em Barcelona. Os catalães tem mesmo muito orgulho da sua língua local, que foi proibida durante os anos de 1939 - 1975, quando a ditadura de Franco impôs o espanhol como único idioma permitido a fim de reprimir ainda mais os ideais separatistas e de resistência catalãs. Hoje, felizmente, a Catalunha pode falar  "de boca cheia" e mostrar todo seu orgulho.
Palácio Nacional

As placas de identificação espalhadas pela cidade estão quase sempre escritas em catalão, espanhol e inglês e o governo oferece até cursos de catalão (alguns gratuitos) a residentes estrangeiros.
Barcelona é segunda maior cidade do país, atrás apenas da capital Madrid, com quem compartilha uma certa rivalidade que vem muito antes do que acontece nos gramados entre o Real Madrid e o FC Barcelona (Visca el Barça i Visca Catalunya - sim, sou Barça, Home clar!). 
E que fique claro que a cidade é carinhosamente apelidada de "Barna", enquanto que "Barça" é o apelido do time de futebol.
Bom, temas futebolísticos a parte, vamos falar de algo que é mais a minha praia e provavelmente, a sua. O turismo ficou evidente a nível mundial apenas depois das Olimpíadas de Verão de 1992, que aproveitou para dar uma repaginada na cidade. 
Crédito: Wikipedia 

Os pontos turísticos mais visitados, certamente, são aqueles relacionados ao modernismo catalão e é impossível falar de Barcelona e não falar de Antoni Gaudí, consagrado artista que expressava suas quatro paixões (arquitetura, natureza, religião e o amor a Catalunha) através de obras com caráter também funcional além de decorativo. 
La Pedrera
Muitas de suas obras foram declaradas pela Unesco como Patrimônio da Humanidade. Seus feitos, no entanto, não se limitam a Barcelona; fora da cidade encontramos o Palácio Episcopal de Astorga (em Astorga), a Casa Botines (em León), as Bodegas Güell (em Sitges) e a Cripta da Colônia Güell (em Santa Coloma de Cervelló).
 Palácio Episcopal de Astorga - Crédito : Wikipedia

Onde ficar hospedado


Já fiz um post separado com as melhores áreas e hotéis para se hospedar. Clique AQUI e veja mais detalhes.
Transportes e como chegar

Barcelona está muito bem servida em termos de transporte público e dentro da cidade é muito fácil se movimentar de ônibus ou metrô mesmo.

Do Aeroporto de Barcelona El-Prat para o centro da cidade:
  Táxi: por volta de 35 Euros
  Trem
  Ônibus: n.º 46 até Plaza España (ônibus local) ou Aerobus (ônibus azul para turistas).

Transporte público : TMB
Trem : Renfe
Teleféricos = Teleferico de Barcelona

Veja abaixo o mapa do metrô :
Fonte : TMB

Introdução feita, vamos agora ao que foi prometido no título deste artigo : o roteiro de 3 dias!

Dia 1

Parc Guell : Comece seu tour já no cartão postal de Barcelona. Este parque, que também é Patrimônio Mundial da UNESCO, começou a ser construído no ano 1900, foi posteriormente residência do seu criador Gaudí e ainda oferece vistas maravilhosas da cidade.
Para chegar, pegue a linha amarela do metrô e desça na estação “Alfons X” - de lá são cerca de 20 minutos de caminhada.
É possível comprar tickets online no site oficial que além de evitar fila, inda é um pouco mais barato que no posto de venda físico.
Catedral Sagrada Familia : Continue o passeio e a imersão ao mundo de Gaudí, visitando sua obra prima: a ainda inacabada e também Patrimônio Mundial da Unesco Catedral Sagrada Família.
O projeto começou em 1882, foi assumido por Gaudí no ano seguinte e a construção foi suspensa em 1936 devido a Guerra Civil Espanhola. Gaudí dedicou seus últimos 40 anos de vida a este projeto e a conclusão não é esperada antes de 2026, ano do centenário de morte de Gaudí. 
Crédito: Wikipedia
Compre tickets online antecipados, já que a fila costuma ser bem longa e você não vai querer perder tempo em filas em uma cidade que tem tanto a oferecer.

Passeig de Gracià : a partir da Sagrada Família pegue a linha roxa do metrô e desça na estação “Passeig de Gracia”. Essa é a Champs Elysees espanhola - uma avenida linda, elegante. 
Crédito: Hotel Majestic

Ali você deve visitar duas obras de Gaudí:

Casa Batló : um edifício modernista construído a pedido de um industrial do setor têxtil chamado Josep Batlló Casanovas
Casa Batló
e a Casa Milà (também conhecida como La Pedrera) : um edifício muito interessante por não ter nenhuma linha reta, construída entre 1905 e 1907 para Roger Segimon de Milà.  Note que a Casa Milà também oferece visitas noturnas depois das 21h - escolha o night ticket.
Crédito: Wikipedia

Basicamente todo hotel que está nesta avenida possui um bar na cobertura (rooftop bar ou Terrazas). Claro que os drinks são um pouco mais caros, mas a vista é maravilhosa e te permite ver a cidade de outro ângulo. Eu gostava muito do Al Aire Terrace Bar .

Crédito: Hotel Majestic

Para um jantar mais barato nesta região, vá ao La Vaca Paca que oferece um buffet ou ao De Tapa Madre para tapas. Ou veja mais dicas de restaurantes no final deste post.

Dia 2

Parc Montjuic : a partir da “torre de Sant Sebastià” (perto da estação de metrô Barceloneta), pegue o teleférico  “Aeri del Port” para o Montjuic ...

...e curta a vista maravilhosa!
O Montjuic é um parque maravilhoso, com bastante verde, um castelo, uma casa de shows (Palau Sant Jordi)  e que ainda "hospeda" alguns dos museus importantes de Barcelona : a Fundació Miró, o Museu d'Arqueologia, o Museu Etnològic e o  Museu Nacional d'Art de Catalunya-MNAC.
Faça uma pausa pro almoço (com reserva) no Restaurant Miramar ou no Restaurant Xalet Montjuic.

Poble Espanyol : desça o Montjuic a pé e pegue o ônibus 150 para o Poble Espanyol, que é um museu de arquitetura a céu aberto. Lá estão réplicas em tamanho real de 117 edifícios, ruas e praças de todas as partes da Espanha e a ideia é comparar as diferenças de arquitetura nas várias regiões do país. 
Ele foi construído para uma Exibição Internacional em 1929 e a ideia inicial era demolir tudo no fim da exposição. Mas a coisa ficou TÃO legal, que o projeto permaneceu e hoje é uma das atrações mais interessantes da cidade.
No complexo estão restaurantes ótimos, bares e até um show de flamenco.
Esse era um dos meus lugares favoritos em Barcelona e que, curiosamente, não está em todos os guias turísticos. Mas quem vai, não se arrepende. 
Plaza España +  show das fontes : siga então para a Plaza Espanã e assista o espetáculo das fontes que acontece a noite. 
Na praça há também um shopping bem legal chamado Arenas de Barcelona.
Dia 3

Plaza Catalunya: Eu particularmente não gosto desta praça, pois está sempre lotada. Mas é um ponto turístico e é famosa, por isso vou listar aqui.
Crédito: Wikipedia

Para compras, vá ao centro comercial El Corte Ingles.
Para drinks / snacks vá ao Hotel Pulitzer Terraza (bar na cobertura).

Las Ramblas : A partir da Praça Catalunya, caminhe por Las Ramblas. A rua em si é bem bonita e interessante, mas abarrotada de turistas. Cuidado com batedores de carteira e melhor não comer nos restaurantes dali, que são cheias de armações para turistas (sem preço no cardápio, por exemplo) e comida de qualidade suspeita.

Mas visite o Gran Teatre de Liceu:


E o Mercado de la Boqueria.

Barri Gotic : saia caminhando por este bairro até chegar na Catedral de Barcelona.
Crédito: Wikipedia

Caso tenha tempo, veja rapidinho a Plaça Reial e no outro lado das Ramblas, o Palau Guell.
Entrada do Palau Guell
El Born: visite a Catedral Santa Maria del Mar
Crédito: Wikipedia
Arc de Triomf + Parc de la Ciutadella + Spa Aire de Barcelona : veja o Arco do Triumfo que está no "pé" do Parc de la Ciutadella.
No complexo do parque estão o zoológico, o Museu de História Natural e o Parlamento da Catalunha.   
E feche o dia com chave de ouro relaxando em um spa estilo árabe chamado Aire de Barcelona.

Lista de Museus

Para quem tem tempo extra, a cidade conta também com diversos museus, sendo que a maioria está disponível para visitas gratuitas aos domingos depois das 15h. Os principais são:

Museu Picasso (sempre lotado, chegue cedo) 
Museu de Arte Contemporânea de Barcelona (MACBA)
Fundação Joan Miró
Museu de Arte Nacional da Catalunha
CosmoCaixa (museu de ciências)
Caixa Fórum (centro cultural com boas exposições)
Museu Marítimo
Centro de Cultura Contemporânea de Barcelona (CCCB)
Museu d’Historia de La Ciutat (que mostra as ruínas da Barcelona romana)

Museu de Ciências Naturais (NAT) 

O Museu do Barça (Fútbol Club Barcelona) é o mais visitado da Catalunha, recebendo aproximadamente 1,6 milhões de visitas ao ano e o terceiro mais visitado da Espanha, atrás apenas do Museu Del Prado e do Reina Sofia, ambos em Madrid.




Outras coisas interessantes

Tibidabo : um parque de entretenimento super legal e um dos mais antigos da Europa. Localizado no topo de uma montanha, oferece vista privilegiada e duas igrejas no topo.
 

Palau de la Musica Catalana : é necessário comprar tickets online antecipados tanto para os shows, como para visitar o edifício apenas. 
Palau Reial de Pedralbes:
Monastério de Pedralbes:
Port Vell:
Lista de restaurantes:

Hotel W
Elegante + vista legal
Plaça de la Rosa dels Vents, 1, 08039 Barcelona, España
 
CDLC
Elegante + praia
Passeig Marítim de la Barceloneta, 32, 08003 Barcelona, España

Tablao de Carmen
Tradicional espanhol + show de Flamenco
Avenida Marqués de Comillas, s/n (Poble Espanyol de Montjuïc), 08038, Barcelona, España

Tapas 24
Tapas
Carrer de la Diputació, 269, 08007 Barcelona, España
Crédito : Love in trends 

Negro Carbón
Carne 
Pla del Palau, 16, 08003 Barcelona, España

Manolete
Cozinha Mediterrânea
Passeig d'Isabel II, 2, 08003 Barcelona, España

KAIKU
Paella / frutos do mar
Plaça del Mar 1-, 4 08003 Barcelona, España

CATAMARAN
Paella / frutos do mar
Paseo Litoral Mar, 44 08005 BARCELONA, España

Can Manel
Paella / frutos do mar
Passeig Joan De Borbó, 60 08003 Barcelona, España

Lista de bares / baladas

Os catalães costumam jantar por volta das 21h e, portanto, as baladas começam também mais tarde. Em muitos lugares, é possível entrar de graça até a meia noite, mas a coisa começa a ficar agitada lá pelas 2h da madrugada.

Vocabulário de bar J :
“Caña” : chopp
“Cerveza” : cerveja
“Chupito” : shots

Praias:


A praia mais popular (e mais lotada) é a Barceloneta. Como o acesso é facilitado graças a estação de metrô (de mesmo nome) bem próxima, a maioria dos turistas fica ali mesmo. Por ser cheia de gente, tome cuidado com furtos.
Ali você também vai notar muitas pessoas (geralmente do Paquistão) caminhando de calças e sapatos pela praia e anunciando "cerveza/beer". Mesmo que mais caro, prefira comprar bebidas em um dos chiringuitos - como são chamados os quiosques de praia.
Ao invés de ficar na Barceloneta, pegue a linha amarela do metrô e desça nas estações “Bogattell”, “Selva de Mar” ou “El Maresme Forum” cujas praias são mais tranquilas.
Você também pode passar o dia / almoçar em algum dos beach clubs da Barceloneta. Eles também viram baladinhas a noite.




Para fugir do básico e curtir uma praia bem mais interessante, pegue um trem de 30 min para uma cidadezinha pequena e encantadora chamada Sitges. Eu ia quase todo final de semana.


Compras

Diagonal Mar : um shopping no melhor estilo paulista de ser. Adorava. Pegue o metrô linha amarela até a estação “El Maresme Forum”

El Corte Inglés : o centro comercial na Plaza Catalunya

Portal de l'Àngel : uma rua de pedestres com muitas lojinhas próxima a Plaza Catalunya

Mare Magnum : no final da Rambla de Mar

Day trips

Já escrevi um artigo inteiramente dedicado a passeios a partir de Barcelona. Clique AQUI para ler tudo.

Mas entre os meus favoritos estão:

- Sitges : praia
- Figueres : onde está o famoso Museu do Salvador Dalí
- Montserrat : onde está o Monastério conhecido pela Black Madonna


 Sitges
 Sitges
Sitges

Segurança

Infelizmente, em Barcelona é necessário tomar cuidado com furtos e batedores de carteira. Eles estão por todos os lados: na cidade, nas praias, no metrô e até dentro do ônibus. Ninguém vai te abordar com uma arma e dizer "mãos ao alto, isto é um assalto". Simplesmente vão pegar seus pertences sem que você perceba. 

Quanto mais cheio de gente, mais fácil para eles furtarem o que puderem. Um exemplo clássico são as Ramblas - você está lá, informação vindo de todos os lados, muita coisa legal para tirar foto, bastante gente em volta, você coloca a mão no bolso para pegar seu Iphone e...onde está o seu Iphone?

Tome mesmo bastante cuidado, evitando andar com bolsas abertas, carteiras no bolso de trás da calça, mochila nas costas em lugares lotados, etc.

Áreas a serem evitadas, principalmente a noite ou por mulheres desacompanhadas: Raval e Barri Gotic.

Fora isso, a cidade é considerada bem segura e um ótimo destino de férias.

Sites úteis : 

Site de Turismo de Barcelona
Guia del Ócio Barcelona

Crédito da primeira foto : Love in trends